Politica

Polícia Civil do Amazonas prende quatro indivíduos por roubo ocorrido no bairro Cidade Nova

A Polícias Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), efetuou, no decorrer de segunda-feira (15/03), a prisão de Carlos Ícaro Gomes de Lima, 26; Thiago Batista de Menezes, de idade não informada; Wellington Ferreira Pinheiro, 20, por roubo majorado; e Saimo Oliveira da Silva, 32, por receptação. As prisões ocorreram em pontos distintos de Manaus.

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da Derfd, no domingo (14/03), Thiago e Wellington adentraram e assaltaram uma residência, no Conjunto Galiléia, bairro Cidade Nova, zona norte da cidade, onde um grupo de aproximadamente 14 pessoas, entre familiares e amigos, estavam almoçando.

“Na ocasião, Thiago estava armado e praticou o assalto mediante violência e grave ameaça. Os autores subtraíram vários bens das vítimas, que foram deixadas trancadas em diversos recintos da casa. Após o assalto, os indivíduos se evadiram do local com a ajuda de Carlos Ícaro, que estava no aguardo dos indivíduos em um carro do lado de fora da residência”, explicou o delegado.

Conforme o titular, as buscas aos infratores iniciaram logo após a fuga deles. Na tarde de segunda, por volta das 13h, foi preso, inicialmente, Carlos Ícaro, seguido de Wellington, e por último de Saimo, que comprou e estava em posse do material roubado. Apenas na Derfd a equipe de polícia teve conhecimento de que o terceiro assaltante se tratava de Thiago.

Ainda com informações de Goes, no momento em que os policiais da Especializada saiam para prender o último autor, tomaram ciência de que ele havia sido capturado por uma guarnição da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), após se envolver em outra ocorrência de roubo. Thiago estava em posse de armas, drogas e o restante do material roubado. “Foram apreendidos dois notebooks, quatro celulares e um tablet”, finalizou a autoridade policial.

Procedimentos – Carlos, Thiago e Wellington irão responder por roubo majorado e Saimo por receptação. Após os procedimentos cabíveis, eles serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficarão à disposição da Justiça.