Politica

David Almeida derrota Amazonino Mendes e será prefeito de Manaus.

Em Manaus, capital do Estado do Amazonas, o candidato do Avante, David Almeida, conquistou a maioria dos votos válidos (51,27%) e será o novo prefeito da cidade em 2021. Com todas as urnas já apuradas, Almeida desbancou o candidato Amazonino Mendes (Pode), que já foi, em outras três oportunidades (1983-1986, 1993-1994 e 2009-2013), o prefeito do município.  A eleição na capital manauense teve um índice de 22,43% de abstenção, com aproximadamente 298 mil eleitores que não compareceram às zonas eleitorais. Com relação aos votos não validados, o pleito teve 43 mil votos brancos (4,19%) e 78 mil votos  anulados (7,64%).

Almeida realizou uma transmissão ao vivo em sua página do Facebook para comemorar usa vitória para a prefeitura de Manaus. No último sábado (28), o candidato passou por um momento difícil em sua vida pessoal por conta do falecimento de sua mãe Rosa Almeida, 84, em decorrência da covid-19.

O novo prefeito venceu na maior zona eleitoral da capital (63ª) e nas zonas Leste e Norte, as mais populosas da cidade. Amazonino Mendes levou na área rural e bairros da Zona Oeste, além do Centro.

O mapa da apuração por zonas eleitorais, em Manaus, mostra uma cidade dividida. Entretanto, o número de eleitores nesses locais foi o fator determinante para o resultado.

O melhor desempenho de David foi na 31ª zona eleitoral, que compreende os bairros da Betânia, Crespo, Educandos, Morro da Liberdade, dentre outros da Zona Sul. Lá, o prefeito eleito obteve 58,05% dos votos, contra 41,95% de Amazonino.

A segunda melhor votação dele foi na 68ª, que reúne Jorge Teixeira, Puraquequara e comunidades da Zona Rural do Rio Amazonas, com 54,59% dos votos.

O pior desempenho do novo governante aconteceu na 1ª zona, onde ele conseguiu 45,05% dos votos, contra 54,95% de Amazonino. O local reúne eleitores da área central da cidade e bairros da Zona Centro-Sul.