Politica

Vídeochamadas humanizam tratamento de pacientes no Hospital de Campanha Municipa

Tecnologia ajuda a aproximar internados com Covid-19 e famílias durante internação na unidade de saúde municipal.

Um projeto desenvolvido pelo Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes está buscando, de forma humanizada, diminuir a distância entre os pacientes internados por Covid-19 e seus familiares por meio da tecnologia.

Profissionais da unidade aberta esta semana pela Prefeitura de Manaus, em parceria com o Grupo Samel e o Instituto Transire, apostam em vídeochamadas como alternativa para aliviar a ausência de contato físico determinada para evitar riscos de contaminação do novo coronavírus.

De acordo com o diretor do hospital, Ricardo Nicolau, o projeto de ‘visitas virtuais’ está sendo realizado diariamente, sempre no turno da tarde, dentro das unidades de Terapia Intensiva (UTI) e semi-intensivas.

As ligações de vídeo são coordenadas e acompanhadas pelas equipes de assistentes sociais e psicólogos da unidade, que visitam os leitos e também prestam atendimento especializado aos pacientes.

“O que nos levou a criar esse projeto foi a aflição das famílias preocupadas e buscando informações de seus entes internados. Foi a forma que encontramos de superar o afastamento exigido pela Covid-19 e ‘trazê-las’ para dentro do hospital. Neste momento tão difícil é importante que o paciente receba o apoio da família, mesmo que de longe”, explica Ricardo Nicolau.

Além da rotina de vídeochamadas, familiares de pacientes do Hospital de Campanha Municipal Gilberto Novaes também recebem telefonemas da equipe de médicos para a atualização do quadro clínico dos internados.

Pacientes – Até a última quinta-feira, 16 de abril, 22 pacientes de Covid-19 estavam internados na unidade, sendo 17 em UTI e cinco na semi-intensiva. Um paciente recebeu alta da UTI para a semi e apenas um estava em estado grave, porém estável. Todos estão fazendo uso da Cáspula ‘Vanessa’, que permite a ventilação não invasiva.

FOTOS: CLEUTON SILVA