De mãe para mãe

10 dicas para melhor receber o seu bebê em casa

Resultado de imagem para dicas  para chegada de bebes em casa

A boa notícia é que muita coisa já pode ser pensada e colocada em prática enquanto você aguarda o grande dia de ter seu bebê nos braços. Para que você se organize melhor, trouxemos algumas dicas que vão te ajudar a preparar um ambiente acolhedor e seguro para seu pequeno. Confira!

1. Preze pelo conforto e pela praticidade

Não adianta comprar móveis bonitos se são pouco práticos, pois podem acabar atrapalhando, além de comprometer a segurança da criança. Pense na funcionalidade dos móveis. Um berço mais alto te ajuda a não ter que se abaixar o tempo todo após o parto. Uma cômoda que também sirva como trocador facilita a locomoção e acesso aos objetos necessários.

2. Sala 

Deixe o espaço livre para circulação, evitando quedas: mesa de centro, sofá e objetos de decoração e até brinquedos, devem ser retirados do caminho.

  • Plantas  ornamentais  devem  ser  suspensas  para  evitar  que  acidentalmente  o bebê leve a boca.
  • Grades na escada e área externa também são uma boa pedida.
  • Tomadas devem ser tampadas e fios devidamente organizados.

3. Banheiro

  •    Mantenha  o  piso  seco,  com opção de tapetes  antiderrapantes para áreas molhadas.
  •   Mantenha a tampa do sanitário fechada.
  •   Mantenha a porta fechada.
  •   Os banhos e troca de fraldas do bebê não precisam ser feitos no banheiro.
  •   Prepare  tudo  previamente.  Se  não  se  sentir  segura,  faça  tudo  em  outro cômodo.
Resultado de imagem para bebe em casa

4. Certifique-se de que a casa está bem limpa

O recém-nascido é muito frágil e ainda não teve tempo de desenvolver muitas das defesas do organismo. Seu corpo está começando a ter contato com os micro-organismos do ambiente e expô-lo a muitos agentes de uma única vez pode trazer riscos para sua saúde. Por isso, alguns cuidados com a limpeza, ventilação e objetos da casa serão necessários.

5. Cuidados com os bichinhos de estimação

Os bichinhos de estimação não são prejudiciais para os bebês, são inclusive, ótimos companheiros. Mas alguns cuidados são necessários para evitar alergias.

É preciso ficar ainda mais atenta aos cuidados com a higiene do bichinho, manter a tosa em dia para evitar que ele solte muito pelo. A boca dos animais de estimação deve ficar longe do rosto do bebê.

6. Produtos de limpeza e medicamentos

Produtos de limpeza e medicamentos merecem atenção especial. Eles são alguns dos principais responsáveis por acidentes domésticos sérios com crianças. Por isso, devem ser armazenados nas prateleiras mais altas dos armários.

7. Cuidados com a cozinha

Se o fogão estiver sendo utilizado, a criança não deve ficar na cozinha de forma alguma! Facas, garfos e outros utensílios perfurocortantes devem ficar nas gavetas mais altas.

8. Instale redes de proteção nas janelas

Deixar as janelas abertas é importante para que o ar circule dentro da sua casa, mas quando se tem uma criança pequena, é essencial instalar redes de proteção nas janelas. Acidentes geralmente acontecem por distração dos pais e cuidadores.

9. Cuidado com as escadas

Se sua casa tiver escadas, instale portões com travas inteligentes. Assim que se movimentar com mais autonomia, é certo que seu bebê vai querer descer os degraus sozinhos, o que é muito perigoso. Ele pode escorregar ou se desequilibrar, podendo se machucar seriamente.

10. Cuidados com o transporte do bebê

Já na saída da maternidade é preciso ter cuidado com o transporte do bebê. A cadeirinha do carro deve fazer parte do enxoval. A utilização é obrigatória. Porém, mais importante que evitar uma multa de trânsito é dar segurança ao seu pequeno. Para os primeiros meses, o modelo adequado é o bebê-conforto que, em geral, será utilizado até a criança alcançar os 9 quilos. Alguns modelos se estendem até os 13 quilos.