Entretenimento Giro de Notícias Variedades

Apresentador brasileiro que mandava matar por audiência vira série na Netflix

Mais uma produção nacional está chegando à Netflix nesta semana: a série documental Bandidos na TV, traduzido para o inglês como Killer Ratings (ou “Audiência Matadora” em tradução livre).

A atração conta a história de Wallace Souza, um apresentador de televisão de Manaus que literalmente mandava matar pessoas para ser o primeiro a noticiar em seu programa policial, o Canal Livre.

Extremamente querido pela população da cidade amazonense, Wallace era conhecido por ser um defensor da população no combate ao crime, chegando até mesmo a se candidatar como deputado federal e atingir recordes históricos de votação. No entanto, o apresentador e seus comparsas andavam lado a lado com a criminalidade.

As investigações começaram em 2009, gerando repercussão internacional. Wallace morreu em 2010, enquanto enfrentava ações judiciais de crimes como homicídio, tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Programa

Eleito deputado estadual em 1998, Wallace comandava, junto com os irmãos Carlos e Fausto Souza, o programa de TV que abordava casos policiais. Posteriormente, ele foi acusado de ser chefe de uma facção criminosa e de ordenar morte de traficantes rivais para exibir em seu próprio programa. Cassado em 2009 por conta das denúncias, Wallace passou a sofrer com graves complicações no sistema digestivo e faleceu em 2010.

A estreia está prevista para ocorrer no dia 31 de maio, de acordo com a Netflix, e a história será contada em sete episódios.

O conteúdo divulgado apresenta acusações, testemunhos de profissionais que trabalharam no programa, autoridades que atuaram no caso, familiares de Wallace e pessoas que foram ajudadas pelo político. A produção questiona se Wallace era “herói” ou “bandido”.

A primeira temporada de Bandidos na TV chega à Netflix no dia 31 de maio.

Fonte: Canaltech