Coaching em Gotas

A sua dor pode ser sua oportunidade

Olá!!!

Hoje compartilho com você o que tenho aprendido em meio à dor.

Certo dia ouvi alguém falar “a sua dor pode ser sua oportunidade” e nunca mais esqueci. Até então, nem imagina o quão esta frase iria fazer tanto sentido pra mim.

Há três semanas minha coluna travou quando estava dando banho na minha filha. Isso me afastou do meu trabalho, das minhas atividades físicas na academia e de momentos de lazer pleno e dinâmico com minha família. Senti dores fortíssimas do meu calcanhar à base do meu crânio, parecendo que ela tinha se espalhado por todo o meu corpo e no meu pensamento vinham todas as doenças das articulações e musculares possíveis. Em dado momento, mandei mensagem pro meu médico numa tentativa boba e desesperada de aliviar as dores desabafando sobre meu estado. Sou humana e nunca tive uma crise cervicalgia e lombalgia nesta proporção. Ainda bem que minha fisioterapeuta é um anjo do Criador na minha vida, pois cheguei muitas vezes na clínica com os ombros duros iguais a uma parede, sem exageros e ela com muito profissionalismo e amor me trouxe alívio. Andar ereta não era possível.  Dormir era desafiador, sem achar uma posição confortável, minhas noites não eram tranquilas. A mente não queria parar, embora o corpo estivesse clamando “desacelera Nara!”, “Pare um pouco menina!”

Acredito que o Criador utiliza deste tipo de artifício para que pessoas como eu (que estão em intenso movimento e produtividade o tempo inteiro) possam literalmente parar ou desacelerar. Creiam que só uma grande dor e uma significativa limitação física (e aqui falo da limitação que as fortes dores lombares e cervicais me causaram e não minha ausência de antebraço ok?) podem me fazer desacelerar (porque sou imparável…yes!). Desacelerar me fez repensar… Então, inicialmente eu fiquei um tanto desanimada por ter que me afastar do meu trabalho, da academia, das atividades de

lazer dinâmicas com minha família e das minhas atividades como palestrante. Remédios fortes para dor e inflamação, fisioterapia e Pilates começaram a fazer parte deste breve momento da minha vida.

Contudo, reprogramei minha mente e modifiquei minha rotina. Comecei a ler…ler sobre o subconsciente, sobre coaching em grupo, sobre meditação, sobre organização interna e comecei a meditar, coisa que eu achava utópico para mentes aceleradas como a minha e estou amando meditar!

Lembram quando eu disse em outro artigo que, independente do meu sentimento, a minha ação é extremamente importante para que eu tenha resultados extraordinários? Então, mesmo em meio a dor eu agi para ficar bem novamente e, pelos olhos da Fé e Gratidão ao Criador, sinto-me com saúde recuperada a cada dia. E neste tempo, pude repensar muitas de minhas ações e decisões acerca da minha vida e das minhas próximas ações. Acreditem, vem novidade por aí. Tem poder quem age!

Então, descansei por livre e espontânea pressão, me desliguei do trabalho e preocupações pessoais da minha mente e passei a agir como alguém que já estivesse com a saúde perfeita (mesmo sentindo muitas dores, sem poder ficar muito tempo sentada ou em pé). Estou bem, tenho saúde, sucesso, sou próspera, tenho paz e harmonia.

E você, como se sente hoje?

Por favor compartilha comigo o que este texto falou a você.

Espero ter ajudado você querido leitor.

Até a próxima.

Nara Esquivel

Coaching Integral Sistêmico pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico –FEBRACIS

Analista de Perfil Comportamental

Palestrante

Mulher

Mãe