Politica

Carlinhos Bessa vota favorável a PL que combate a violência obstétrica

O Projeto de Lei nº 96/2019, que cria medidas de proteção contra a violência obstétrica nas maternidades, hospitais e unidades de saúde pública e privada de saúde do Estado, voltou à pauta de votação da Assembleia Legislativa do Amazonas na sessão desta quarta-feira (10).

Entendendo a gravidade das denúncias e da vulnerabilidade das parturientes no Amazonas, o deputado estadual, Carlinhos Bessa (PV) deu votou favorável ao projeto de autoria da deputada Alessandra Campêlo (MDB), que teve como relatora a deputada Joana Darc (PR).

Para o deputado, a violência que as mulheres sofrem durante um momento que deveria ser especial acaba virando uma memória ruim. “O parto é momento especial e único. As mulheres precisam de conforto e cuidados especiais e não podemos permitir que profissionais que fizeram um juramento para cuidar da saúde das pessoas possam agir de forma imprudente e causar pânico e traumas nas mulheres. Já tivemos casos que terminou em óbito ou da mãe ou da criança e é nosso dever combater esse crime”, disse o parlamentar ao encaminhar o voto favorável a matéria.