Cidade Educação

Therezinha Ruiz destaca os 150 anos de existência do Colégio Estadual

Os 150 anos de existência do Colégio Dom Pedro II, o tradicional Colégio Estadual, mereceram destaque na sessão dessa quinta-feira (14) da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), por iniciativa da deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB), que parabenizou a instituição de referência na formação educacional de gerações de alunos no Estado. Ex-aluna do Colégio Estadual, onde cursou o ginasial Clássico, a deputada Therezinha Ruiz ressaltou a formação humanista proporcionada pela instituição, que à época tinha como diretor o professor Manoel do Carmo Chaves, o Maneca, ex-deputado estadual. “Parabenizo os professores, alunos e a atual direção do Colégio Estadual, que mantém a tradição da instituição de ensino mais antiga de Manaus, berço da formação de personalidades marcantes na história da cidade e do Estado”, salientou Therezinha Ruiz. História O Colégio Estadual nasceu em 14 de março de 1869 com o nome de Lyceu Provincial Amazonense, regulamentado pelo então presidente da província, João Wilkens de Mattos, funcionando inicialmente nas dependências do Seminário São José. Somente em 1881 foi assentada a pedra fundamental do prédio, na rua Municipal, atual Sete de Setembro. Em 5 de setembro de 1886 o prédio foi inaugurado com o nome de Gymnasio Amazonense, seguindo os moldes do imponente Colégio Dom Pedro II, do Rio de Janeiro. Ao longo de sua história, o Colégio Estadual se destaca como referência do ensino de segundo grau, no Amazonas, com professores comprometidos com a aprendizagem e com o excelente desempenho de seus alunos na aprovação em vestibulares das universidades públicas. Texto: Assessoria da Deputada