Politica

Projeto Itinerante leva atendimento aos indígenas do Tarumã

A Caravana da Ouvidoria da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) juntamente com a Comissão de Turismo Cultura e Fomento, ambas presidida pelo deputado Felipe Souza (Patri), realizaram o atendimento itinerante por conta da reivindicação de forma geral dos índios, entre elas inclusive emissão de documentos, cursos de capacitação e escola para os filhos dos índios, bem como saúde dos indígenas de duas aldeias (Sateré Mawé e Waikiru) da região do Tarumã no último sábado (02).

Segundo o deputado Felipe Souza, o projeto da Ouvidoria “não é uma mera itinerância”. Ele lembrou que a iniciativa chega a lugares de difícil acesso. “Se as pessoas não conseguem se deslocar até a sede dos municípios, ou até mesmo na capital do Estado, vamos ao seu encontro para ouvir seus anseios, dúvidas e reclamações, para que possam exercer de forma plena os seus direitos e não fiquem à margem da sociedade seja por não possuírem documentos e conhecimento sobre determinados direitos”, finalizou.

A ação atendeu aproximadamente 60 famílias das etnias Sateré Mawé e Waikiru.

Capacitação de indígenas

Durante os atendimentos a Comissão de Cultura e Fomento juntamente com o lider da Aldeia Sateré Mawé, André mawé (37) ressaltou: “temos muitos projetos que precisam sair do papel, o que nos falta é esse olhar cidadão dos nossos governantes como, por exemplo a capacitação de indígenas na questão de aprimoramento do artesanato que produzem melhoria na qualidade de educação entre outros”.

A equipe ouviu as reivindicações das artesãs, que buscam melhorias para as suas famílias. De acordo com as mães indígenas muitas crianças estão sem estudar pela falta de escola e até vagas na rede pública de educação. Segundo a índia Valda (56) da etnia mura, “meu sonho é ver meus netos estudando numa escola indígena” desabafou.

Em abril, a equipe da Ouvidoria e da Comissão de Cultura e Fomento da Aleam, voltará à aldeia para participa das comemorações ao Dia Nacional do Índio levando cidadania para aquela população.

Texto: Assessoria do Deputado