Polícia

Cabo Maciel tenta destravar processos de PMs e bombeiros

O presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do  Amazonas (Aleam), deputado Cabo Maciel (PR), se reuniu nesta sexta-feira (08), com o secretário da Casa Civil do Governo, Leandro Benevides e com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte para tratar de questões relacionadas aos processos de benefícios de policiais e bombeiros militares.

O encontro aconteceu na sede do Governo, no bairro Compensa, zona Centro-Oeste e contou com a participação de integrantes da Comissão de Segurança Pública da Assembleia. Dentre os temas foram discutidos o cumprimento do pagamento da última parcela da data-base dos Policiais e Bombeiros Militares (10,85%), referente ao ano de 2018, além do percentual referente ao ano de 2019, previstos para serem pagos no dia 10 de abril deste ano.

De acordo com o deputado Cabo Maciel, o Governo do Estado mostrou interesse em resolver o desbravamento de processos de benefícios das duas corporações represados há anos por outras administrações. “Foi uma reunião muito proveitosa e que nos deixa muito animados porque sabemos que o governo tem interesse em garantir os benefícios para os policiais”, afirmou o parlamentar.

Aposentadorias

Outras questões, como processos de aposentadoria dos militares aos 25 anos junto ao AmazonPrev, auxílio-fardamento, registro do porte de arma na carteira do policial militar, quinquênio e a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) da requalificação do Quadro de Distribuição do Efetivo do Corpo de Bombeiros, também fizeram parte da pauta do encontro.

O secretário da Casa Civil, Leandro Benevides disse que o Governo do Estado formou uma Comissão Especial para elaborar a viabilidade do cumprimento dos processos relacionais a Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros. Na ocasião, ele informou que a Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia vai integrar esse trabalho a partir de agora.

O comandante-geral Ayrton Norte informou que a corporação está realizando levantamentos do impacto financeiro dos benefícios por parte do Governo do Estado e agendou nova reunião para a próxima terça-feira (12). “Todos nos estamos empenhados em garantir os direitos a nossa tropa e existe um grande interesse do governo em resolver”, disse.

Texto: Assessoria do Deputado