Cidade Politica

Rodoviária é cartão postal negativo para Manaus, diz Sinésio Campos

Abandonada pelos poderes públicos, a Rodoviária Internacional de Manaus está sem gestão, disse o deputado estadual Sinésio Campos (PT). Para o deputado, que já conheceu in loco os problemas da rodoviária de Manaus e conversou com taxistas, motoristas, ambulantes, permissionários e usuários a respeito da situação, isto é causado pela má administração do dinheiro publico.

Há anos o parlamentar cobra por uma rodoviária digna para a população Amazônida, tornando este fato alvo de protestos, preocupação e, desta forma, o parlamentar levou mais de uma vez o assunto ao Plenário na Assembleia Legislativa, para que a Casa tome posição frente ao problema e busque soluções definitivas.

“Não precisa ir longe para ver como é uma rodoviária de verdade. Em Boa Vista e em Rio Branco, aqui bem próximo de Manaus, as rodoviárias são de dar orgulho em quem mora lá. O que falta é vontade política e comprometimento com a população para mudar essa rodoviária que há anos venho falando que está entregue às baratas”, relata Sinésio.

Sinésio também alerta a ausência de órgãos de fiscalização na Rodoviária de Manaus definindo o local como um “cartão postal negativo” para a cidade. “Fica parecendo que está liberado o tráfico de drogas e de crianças, porque as pessoas viajam com crianças sem que se saiba quem são os pais ou responsável. A Polícia Federal deveria estar presente. Também deveria haver um Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) no local, para facilitar a documentação para aquele cidadão que vem do interior em resolver algum problema”, sugere Campos.

Texto: Assessoria do Deputado