Politica

Felipe Souza questiona corte de 40% no FTI sem governo fazer o dever de casa

O deputado Felipe Souza (Patri), usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na terça-feira (19), para questionar o Governo do Estado que pretende usar parte dos recursos do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), para quitar dividas no setor da saúde.

Segundo o deputado, que fez questão de frisar que não é contra o pagamento das dividas na área da saúde, mas que o governo em vez retirar parte dos recursos do FTI, faça o dever de casa e corte despesas e reduza valores de contratos que o Estado herdou de governos anteriores.

Felipe Souza fez uma apresentação em slides aos deputados do crescimento de 13,5% nas receitas do estado nos períodos de 2017 a 2018 e 11,89% de aumento no comparativo do mês de Janeiro 2018 e Janeiro de 2019.

O parlamentar disse ainda que esses recursos do FTI não estão reservados para que o governo retire e pague suas dividas, são recursos que ainda iram entrar nas receitas do governo mês a mês, e não se podem sacrificar os irmãos do interior, retirando parte dos recursos destinados a eles. “Se governo fizer os cortes necessários, terá os recursos para pagar as dividas da saúde, basta fazer o dever de casa, eu sou totalmente a favor que se pague os enfermeiros, os médicos e as cooperativas, tem como fazer isso”, concluiu Felipe Souza.

Texto: Assessoria do Deputado

Fotos:Wilkson França